UBUNTU®
Product ID: 185
Product SKU: 185
New In stock />
HIDROLATO DE ALFAVACA CRAVO (Qt EUGENOL) - 200 ML
Código: 185

HIDROLATO DE ALFAVACA CRAVO (Qt EUGENOL) - 200 ML

Marca: UBUNTU®

 
Simulador de Frete
- Calcular frete

O Hidrolato de Alfavaca Cravo UBUNTU® é obtido, juntamente com seu Óleo Essencial, por destilação artesanal em Arraste em Vapor de folhas, ramos apicais e racemos florais de Ocimum gratissimum, cultivado em Sistema Agroflorestal Agroecológico pela Pacha Mama Agroecologia e Famílias Parceiras no Projeto UBUNTU.

 

Rico em Eugenol, é um excelente enxaguatório bucal por apresentar ação antisséptica, deixando uma agradável sensação refrescante após o enxague ou gargarejo. Com ação potente como antioxidante e antinflamatório, pode ser utilizado como tônico facial em aplicação pura ou na composição de argila e cosméticos, assim como calmante da pele após depilação e barbear.

 

A Alfavaca Cravo (Ocimum gratissimum) é planta da Família Lamiaceae, originária da Índia, disseminou-se pela África Ocidental (PATON, 1992), tendo sido introduzida no Brasil provavelmente pelos africanos escravisados. Na Bahia é muito popular seu uso como condimentar no feijão, conhecida pelo nome de Quioiô.

 

Em estudo realizado na Universidade Federal do Ceará (SILVA et all, 1999) com O. gratissimum Qt Eugenol, analizando a composição química dos componentes majoritários do Óleo Essencial de folhas de plantas cultivadas ao pleno sol, colhidas em intervalos de uma hora de 06:00' até 18:00', os autores encontraram que nas amostras colhidas entre 11:00' e 14:00' os teores de Eugenol estavam acima de 80%. Na localidade do estudo, a concentração de eugenol variou de 98% quando a coleta foi realizada ao meio dia (com praticamente a inibição dos outros componentes na composição do Óleo Essencial), para aproximadamente 11%, se a coleta da espécie for realizada no final da tarde, em torno de 17:00'.

 

Hidrolatos são soluções aquosas altamente complexas em sua composição, carregando consigo inúmeros compostos químicos solúveis em água presentes na planta, além de uma pequena quantidade dispersa de moléculas aromáticas do Óleo Essencial daquela planta.

 

Suzanne Catty, em seu livro "Hidrossóis: A Aromaterapia do Futuro", faz uma interessante reflexão comparativa entre Hidrolatos e Chás/Infusões Herbais. Enquanto o chá/infusão tem, em média, uma proporção vegetal:água de aproximadamente 0,08:1, os Hidrolatos apresentam uma proporção mínima vegetal:água de 1:1, podendo alcançar proporções de 3:1 a 4:1. No Hidrolato ainda se tem os benefícios das moléculas aromáticas do Óleo Essencial dispersas quando tenha sido obtido da destilação de Plantas Aromáticas.

 

Como os Óleos Essenciais e a água não são missíveis, temos duas fases como resultado da destilação: fase aquosa (Hidrolato), e fase oleosa (Óleo Essencial). Apesar de o OE não ser dissolvido na água, na condensação do vapor uma pequena quantidade de suas moléculas aromáticas ficam dispersas na fase aquosa. Estima-se, em média, que aproximadamente 0,002% da composição de um dado Hidrolato seja de moléculas aromáticas do seu Óleo Essencial.

 

Os Hidrolatos UBUNTU® são produtos 100% naturais e puros, produzidos à partir de matéria prima proveniente de cultivo em Sistema Agroflorestal Agroecológico pela Pacha Mama Agroecologia por Famílias Parceiras participantes do Projeto UBUNTU. Não utilizamos qualquer tipo de aditivo ou conservante, sendo embalados exatamente como saem do destilador. Há um rigoroso controle em todos os processos de produção, desde a semeadura ou plantio das mudas, cultivo, colheita, processamento, destilação, embalagem e distribuição.

 

LOTE: OCIGRA#0012021
FABRICAÇÃO: 03/2021
VALIDADE: 12/2021

ATENÇÃO: INFORMAMOS QUE DURANTE O PERÍODO DE PANDEMIA COVID-19 AS ENTREGAS EM LONDRINA, ASSIM COMO AS ENTREGAS NOS CORREIOS E TRANSPORTADORA PARA ENVIO, SÓ SERÃO REALIZADAS ÀS SEGUNDAS-FEIRAS DIAS ÚTEIS.


SILVA, M. G. V.; CRAVEIRO, A. A.; MATOS, F. J. A; MACHADO, M. I. L.; ALENCAR, J. W. Chemical variation during daytime of constituents of the essential oil of Ocimum gratissimum leaves. Fitoterapia,70:32-34, 1999.

PATON, A. A Synopsis of Ocimum L. (Labiatae) in Africa. Kew Bulletin, 47(3):403-435, 1992.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características